Etiquetas básicas para lidar com uma mãe ou pai!

11 Etiquetas básicas para lidar com uma mãe (ou pai)!

Compartilhar

Etiquetas básicas para lidar com uma mãe ou pai!

1- Quando você: ligar, mandar mensagem, tocar o interfone (ou a campainha), mandar um e-mail, deixar uma mensagem de voz e nós não te respondermos no momento, entenda, nós podemos estar: amamentando o bebê, fazendo-o dormir, dormindo com ele, alimentando-o, brincando e várias outras atividades diária da vida de uma mãe.
Nós não estamos lhe ignorando em momento algum, apenas estamos ocupadas fazendo algo realmente importante ou que merece a nossa total atenção. Então, mande outra mensagem, ligue mais tarde ou espere nossa resposta, certo?

Observação: Se acaso nos esquecermos de responder alguma mensagem ou retornar alguma ligação, por favor, nos escreva novamente e não fique chateado. Depois que nos tornamos mães nossa memória fica “um pouco prejudicada”, pois muitas vezes só lembramos e pensamos nas coisas dos nossos filhos e esquecemos do resto do mundo.

 

2- Se um dia você nos ligar as 15:00 horas (ou qualquer outro horário “comercial”) e estivermos dormindo, lembre-se antes de nos julgar: Enquanto você estava dormindo a noite, nós estávamos acordadas!

 

3- Se um dia você se irritar com o choro de um bebê ou gritos de uma criança em um restaurante e ousar pensar: “por que esses pais não fazem nada ou não vão embora se não conseguem controlar essa criança?”

Lembre-se: pode ser que aquela família não sai de casa ou janta fora a mais de um ano ou meses. Você tem certeza que deseja mandá-los para casa? Que tal respeitar e deixar essa família em paz sem aqueles olhares maldosos de quem ainda não tem filhos (e um dia vai “pagar pela boca malvada” ou como se diz: “cuspir pra cima”)!

 

4- Se um dia você chegar na nossa casa sem avisar e nos encontrar de pijama, descabeladas e cheias de olheiras, saiba que nós vamos ODIAR isso, então, avise antes de vir (assim, você também não corre o risco de acordar o bebê)!
E porque ficamos assim se odiamos: tenha um bebê e cuide sozinha ou exclusivamente dele para descobrir! Vida de mãe é assim mesmo: pijamas se tornam aliados, “rabicós” ou presilhas amigas e maquiagem luxo (exagerando um pouco hehe)!

 

5- Se um dia você nos convidar para jantar ou sair e a gente falar que não pode, pois o nosso filho dorme cedo ou porque estamos cansados, acredite, nós estamos mesmo! Respeitem os “recém-pais”, por favor!

 

6- Se um dia você estiver doente, com gripe ou simplesmente “veio da rua” com as mãos sujas e nós pedirmos educadamente (seria melhor se não precisasse pedir) para você lavar as mãos antes de brincar ou tocar no bebê, entenda antes de se chatear: os bebês são muito suscetíveis a qualquer doença e cuidados simples evitam muitos desgastes e sofrimento para os pais. Então, lave as mãos, não espirre no bebê e dependendo da idade e do seu estado de saúde não beije (o rosto e as mãos também), combinado?

 

7- Antes de falar (a bobagem) que uma mãe ou um pai ama demais, abraça demais, beija demais, da carinho demais e colo demais para um filho, primeiro: se informe melhor e segundo: tenha um filho e aja apenas com o seu coração!

 

8- Sobre “pitacos” chatos (aqueles que não acrescentam) eu não preciso falar nada, certo? NÃO DE PITACOS (apenas se ele for realmente útil)!

 

9- Se um dia você perguntar para um casal de amigos se eles conhecem tal série de TV ou filme e eles falarem: NÃO! Não pense: “em que mundo eles vivem?” apenas saiba: no mundo dos filhos, onde tempo livre significa: descanso!

10- Jamais fale: “você que não trabalha” ou “você que SÓ trabalha em casa” ou pior “como você aguentar ficar 6 meses em casa SEM FAZER NADA com o seu filho?”. E entenda: mães não param 1 segundo do dia, trabalham mais do que você imagina e durante 24 horas (e mesmo assim é a melhor coisa desse mundo!). Ainda preciso explicar porque essas frases são desnecessárias e chatas?

11- Se um dia você se irritar com algum amigo seu, pois ele posta 100 fotos do filho por dia ou comemora cada mês que o bebê completa ou ainda fica lhe contando pequenas conquistas do seu bebê e você acha isso muito chato, saiba: um dia você também será pai ou mãe e vai ser tão “bobo” e apaixonado pelo seu filho como nós, então, releve! Daqui a pouco é você nesse barco cheio de fraldas, amor e extrema felicidade!

 

Para descontrair, para pensar, para mudar!

 

Beijinhos!
1 comentário  •  14



1 Comentário em "11 Etiquetas básicas para lidar com uma mãe (ou pai)!"

avatar
Organizar por:   mais novos | mais antigos | mais votados
Rosana
Visitante
Rosana

Onde eu coloco 10000 certidão, bem isso mesmo, as “visitas” que já tiver am filhos muitas vezes esquecem dessas regrinhas básicas e as que não tiveram deveriam ler.
Mil beijos Ana, simplesmente amei.

wpDiscuz