A vida estava tranquila só com um filho?

Maternidade/Filhos Planejando a Gravidez Vida de Mãe

Sim, estava e muito! Francisco é uma criança que dorme 12 horas sem acordar (fora os últimos “dodóis” que tiraram o nosso sono), sem mamar, sem chorar, é tranquilo, amoroso, seguro, come super bem, enfim, “um sonho de criança”! Mas, então, por que mudar justamente agora que tudo estava calmo? Ter novamente noites em claro? Mamadas noturnas? Dias sem fim? Toda a “loucura” que resume ter um recém-nascido em casa (umbigo, ensinar a dormir, depois a sentar, a caminhar, comer) e por mais 1 ano não dormir bem novamente (pois, mesmo que uma criança durma super bem, no primeiro ano existem os picos, saltos, dentes, lembram disso?)? Tudo isso aliado à outra criança pequena que necessita de muitaaaa atenção. Enfim, por que mudar o que estava tão bom?

Quem me conhece sabe que vivo a maternidade intensamente e por opção. Não é sacrifício, não é difícil, é cansativo, claro, muitas e diversas vezes preciso deixar o meu trabalho (aqui com o blog e os demais canais), os meus desejos, o meu tempo de lado, mas é isso que me faz realmente feliz. E sendo sincera? Foi o que EU escolhi viver quando decidi ser mãe!

Ter dois filhos sempre esteve nos meus planos (e nos do meu marido, claro), pois amo ter irmãos e sempre desejei que meu filho pudesse viver essa experiência também. Criá-los juntos como grandes amigos era e é o nosso objetivo! E chega um momento em que a gente sente que a hora da família crescer chegou (mesmo que de uma maneira inconsciente). Talvez, justamente porque as coisas se acalmaram e a “paz reinou”!

Certeza? JAMAIS teremos, afinal, é um caminho desconhecido, é novo, é assustador, é para sempre! Mas, nosso coração de mãe/pai é capaz de amar muito mais do que sonhamos e dobrar de tamanho. Apenas por esse motivo, posso dizer que já estamos prontos, amor é à base de tudo, o resto é resto.

Confesso que às vezes sinto medo de não conseguir ser “a mãe que desejo”, a mãe que sou hoje, pois afinal, até agora todo meu tempo e energia foram direcionados apenas para um filho e logo terei que transformar tudo isso em dois. Mas, de alguma forma eu sei, eu sinto que logo tudo se estabilizará novamente e daqui a alguns meses eu vou poder contar para vocês como eu consegui (como foi me dedicar a duas crianças pequenas ao mesmo tempo sem surtar hehe), pois é algo que eu quero e desejo, assim, conseguirei!

O que posso prever é: não será fácil! Mas, geralmente tudo que é muito bom na vida tem grandes custos, trabalho, dedicação, tempo investido, enfim, não é fácil mesmo, mas recompensa e nos faz feliz depois!

Meu coração já está pronto para dobrar de tamanho e meu colo está firme para segurar dois. Faltam apenas poucos dias para eu descobrir tudo isso e em cada amanhecer já sinto meu bebezinho mais perto de nós! Estou prestes a descobrir uma nova vida e confesso, estou sentindo um pouco de medo do que está por vir, afinal, é desconhecido e eu sou um ser humano!

Para concluir, afirmo que muitas vezes (por mais que a gente não imagine) as mudanças sempre trazem algo muito bom e renovam a nossa vida. O medo é o que nos impede de ser feliz e fazer muito mais. É preciso coragem para fazer aquilo que se deseja mais intimamente, fé para não desistir e persistência para conquistar! Sonhe muito, mas não se esqueça de tornar tudo isso real um dia!

 

Observação: Se eu estou tentando convencer alguém a ter dois filhos? EU JAMAIS faria isso, pois cada um sabe exatamente o que carrega no seu coração e os seus desejos reais. Jamais tenha dois filhos porque seus amigos fizeram isso. Não se sinta pressionada que a hora chegou (seja pela sua idade, pela idade do seu filho ou por qualquer outro motivo) se você ainda não conseguiu se organizar com o primeiro ou se você realmente não se sente pronta para isso, se respeite. Lembre-se: o tempo de dedicação, atenção, gastos, compromissos triplicam e a responsabilidade SERÁ E É SUA (não da sua mãe, sogra, avó, tia, babá, etc.)!

Eu apenas estou refletindo o momento que estou vivendo e compartilhando a MINHA experiência!

 

Beijinhos!

4 Comentários
mais antigos
mais novos
Inline Feedbacks
View all comments