Por que os recém-nascidos dormem tanto?

Por que os recém-nascidos dormem tanto?

Antes do nascimento o bebê na fase uterina, passa a maior parte do tempo dormindo, em desenvolvimento. É no último trimestre da gestação, que ele passa a ficar mais tempo acordado (2 a 3 horas).

Os recém-nascidos naturalmente dormem bastante, pois o nosso cérebro é o último a se desenvolver completamente.

A formação em si inicia no primeiro trimestre da gestação, mas intensamente de forma acelerada após o segundo trimestre.

Isso ocorre justamente quando a janela do SONO REM dispara. É como se fosse um estimulante para o crescimento neural.

O cérebro é responsável por controlar todos os sistemas do nosso corpo, é por isso que o SONO REM logo no início da vida do ser humano é maior, pois é nesse período que o cérebro do bebê está passando pelo seu maior desenvolvimento e construção.

Por esse motivo, o recém-nascido dorme a cada uma hora do dia, ficando poucas horas acordados.

E devido ao intenso desenvolvimento, geralmente até os 6 ou 8 meses os bebês têm um sono mais agitado (maior presença de sono REM) com mais facilidade de acordar no meio da noite.

Lembrando que privar um recém-nascido de dormir por achar que ele não precisa de tanto de sono, ou por achar que ele vai dormir melhor quando estiver desmaiando de sono, É PRIVAR UM BEBÊ DE SE DESENVOLVER ADEQUADAMENTE.

Uma observação: Existe um MITO (absurdo) que dizem que cerveja preta aumenta a produção de leite ou ajuda os bebês a dormirem melhor.

Porém, quando os bebês bebem leite com álcool o seu sono passa a ser mais fragmentado ainda, pois o álcool interfere diretamente na qualidade do SONO REM, sofrendo redução de 20 a 30%, mantendo os bebês mais tempo acordados ou mais inquietos e irritados.

Rotina adequada de sono, não é uma escolha da família, e sim um DIREITO DO BEBÊ!

 

Até mais!

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments