A criança chora e os pais cedem

Para a nossa mente o choro é um sinal de alerta, ao ouvirmos uma criança chorando, uma espécie de sinal é ativado e por um momento, paramos de racionalizar e agimos rapidamente com a emoção.

É automático: “o bebê/criança chora, então, ela deve estar precisando de ajuda” ou, então, fazemos qualquer coisa para parar aquele choro.

Por esse motivo, muitos pais, sem querer, educam os seus filhos seguindo esse modelo: a criança chora, os pais cedem. A criança chora, ganha o que quer.

E a criança passa a pedir o que deseja através do choro, intensificando as famosas birras, criando situações delicadas para a família, como: os pais preferem se isolar e não sair com a criança para evitar certas situações.

A criança chora para comer, chora para dormir, para ganhar o brinquedo, chora para expressar tudo o que sente (e tem dificuldades para isso).

❣️Os pais precisam respirar um segundo quando a criança chorar para entender o que ela está comunicando.

❣️Digamos que ela quer um brinquedo, acolha a criança e quando ela parar de chorar, aí você lhe da o brinquedo. Se for algo que ela não possa pegar, explique que não (e quando você falar que algo não pode, então, não pode).

❣️Quando a criança cair e se machucar, não fale para ela “ai contadinho de você caiu…”, acolha com amor e fale coisas do tipo: “vai passar, você é forte, isso acontece, mas pode tentar novamente, continue brincando”.

Identificando as causas

Você precisa ter em mente que a criança não faz essas coisas por maldade, ela apenas aprende que o choro causa uma reação em você e no final ela ganha o que quer, simples.

Enfim, o choro é apenas uma expressão da criança, afinal de contas, ela não utiliza a razão e a lógica nos primeiros anos, e sim a emoção, é difícil explicar em palavras o que deseja ou sente.

Essa missão é sua, você precisa ajudar ela a entender o que está sentindo e explicar quando não pode e quando pode (ela não nasce sabendo).

E esse choro na maioria das vezes não significa que a criança não goste de algo, significa que ela está reagindo, estranhando, lembre-se: é uma reação natural da criança!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments