Apego é positivo ou negativo?

Apego é positivo ou negativo?

Muitos acreditam que o APEGO está atrelado ao incentivo de tornar uma criança birrenta, com manha, mimada, entre outras coisas.

O apego não está atrelado apenas a dar colo, a dormir junto, ao balanço, a ceder as vontades de uma criança e sim, a uma construção de afeto entre os pais e os filhos.

É entender verdadeiramente as necessidades da criança e responder da forma adequada e positiva, demonstrando que o que a criança sente realmente importa para os pais.

É uma construção diária de afeto e confiança.

Toda criança que é ouvida pelos pais, se sente respeitada. Nunca deixe seu filho chorando, pois de alguma forma ele precisa de ajuda e merece ser ouvido.

Se ele tem fome alimente-o, se ele precisa de amor, de colo, se precisa dormir possibilite um ambiente tranquilo e bons hábitos.

APEGO é a primeira forma de interação do indivíduo, é o que o influenciará em suas relações com sua mãe/pai desenvolvendo segurança e amor.

Sendo possível afirmar que o apego é um dos fatores que influencia a compreensão das emoções pelas crianças.

Permitindo que ela explore seu ambiente, desenvolva suas habilidades cognitivas de forma adequada com sua idade, interaja, questione, construa.

Logo nos primeiros anos de vida, a criança desenvolve um apego maior pela mãe, devido suas principais necessidades, pois seu vínculo vem da fase uterina.

E com o passar do tempo, com a proximidade, interação e convívio, esse vínculo é fortalecido com os dois, mãe e pai.

O apego gera vínculo, laços, uma ligação afetiva que todo ser humano tem necessidade.

Além de ser prazeroso e benéfico para a nossa saúde mental, esses relacionamentos são uma forma de garantirmos a nossa sobrevivência!

Até mais!

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments