Você prefere a mãe ou pai?

Você prefere a mãe ou pai?

Você ama mais a mãe ou pai? Perguntas que devem ser evitadas para se fazer aos filhos, por conta do sentimento que isso pode começar a ocasionar neles.

Não temos noção real do que pode ser desencadeado na criança, pois para ela ter um preferido, logo, ela precisa se sentir preferida por um dos dois (pai/mãe).

Uma amplitude de sentimentos e questionamentos, podem começar a ser alimentados por ela, no caso, o filho (a).

Os pais terão formas diferentes de brincar, conversar, interagir com os filhos, dar banho, colocar para dormir, pois cada um tem seu jeito de fazer, cada um tem sua bagagem de vida, suas experiências.

Apenas pelo fato de serem homem e mulher, isso já muda todo o cenário, e está tudo bem, tudo certo, não há problema, não podemos ver coisas onde não existem.

Educação e valores

Mas, aí entra algo realmente importante, a educação, os valores isso precisa estar em conformidade entre ambos e igualitárias entre os filhos.

Entenda, não estou dizendo que é proibido o casal discordar, isso pode e vai acontecer, já que cada um recebeu um modelo de criação. O que deve ser evitado é divergir na frente das crianças, um desautorizar quando o outro a está orientando.

A criança pode passar a entender que ela só precisa obedecer a parte que a está a defendendo.

Não divergir na frente das crianças não significa empurrar o assunto para debaixo do tapete e fingir que não existe um problema.

O que quero reforçar é que o casal precisa decidir juntos o melhor momento para conversar sobre o assunto, e que não seja na frente dos filhos.

A criança precisa construir uma referência de autoridade em relação aos dois.

Caso as diferenças se tornem gritantes, isso pode gerar problemas de comportamento e os conflitos entre o casal só aumentarem.

E isso não vale apenas em relação a autoridade, e sim a tudo, ao amor, respeito, carinho também deve ser dado a criança de formas iguais. Enfim, a criança precisa sentir que é amada tanto pelo pai quanto pela mãe.

E com esses cuidados, muitos conflitos serão evitados e os filhos se desenvolverão e construirão uma referência positiva sobre família e amor.

👉Pense nisso!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments