“O médico disse para deixar chorando”

“O médico disse para deixar chorando”

 

Esse título não representa a minha opinião, é apenas a frase que mais recebo, então, vou “respondê-la” com um post.

Frequentemente quando falo sobre sono eu ESBARRO em algo: “o sono comercial e o sono mal interpretado”.

De um lado, é visto como venda, e do outro, é bombardeado, pois foi mal interpretado ou mal trabalhado.

Porém, nessa história quem sofre são as MÃES, OS BEBÊS E AS CRIANÇAS que não descansam.

E essa teoria de deixar o bebê chorando nasceu nos EUA por um pediatra, e ainda é extremamente difundida em todo mundo. Funciona? Para os americanos e sua cultura, sim.

É um método rápido e chamamos de “extinção”, ou seja, eliminar o comportamento que está errado. A mãe só precisa ser forte e fingir que o choro do bebê não existe.

Porém, na cultura latina não é bem assim. Nós somos muito diferentes dos americanos. E o problema aqui é que a maioria das mães que tentam praticar desistem.

Mãe segura, bebê seguro

Criando culpas, por ir contra ao que acreditam e SENTEM e ficando traumatizadas, criando pânico da palavra “ensinar a dormir”.

Ai já começa o primeiro erro: para um bebê ficar tranquilo ele precisa de uma mãe tranquila e segura também. E como uma mãe ficará tranquila dessa forma?

Dormir é uma união de bons hábitos, conhecimentos sobre AS EMOÇÕES DAS CRIANÇAS (isso faz a diferença), e claro, conhecimento real sobre o sono infantil em cada idade.

Então, se você se sentir insegura NÃO FAÇA. Além das minhas experiências profissionais, ensinei meus dois filhos a dormir sem choro, abandono, SEM DEIXÁ-LOS UMA NOITE SOZINHOS.

Francisco dorme bem desde os 4 meses (mesmo com todas as questões relacionadas ao autismo) e Antônio desde os 5 meses (mesmo com APLV e refluxo que tem até hoje).

Acalma teu coração, você não precisa fazer isso para seu bebê dormir bem. Formas para mudar hábitos existem milhares, o que muda é: quanto mais gentil for, mais tempo vai demorar.

Porém, quando você sabe como a mudança ocorre se sente segura e faz o que precisa no seu tempo e sem traumas!

Até mais!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments